17/04/2016

[Resenha] Eleanor & Park

| |

Título: Eleanor e Park
Páginas: 325
Autora: Rainbow Rowell
Editora: Novo Século
Estrelas: 4/5
Sinopse:
Eeleanor e Park é engraçado, triste, sarcástico, sincero e, acima de tudo, geek. Os personagens que dão título ao livro são dois jovens vizinhos de dezesseis anos. Park, descendente de coreanos e apaixonado por música e quadrinhos, não chega exatamente a ser popular, mas consegue ser incomodado pelos colegas da escola. Eleanor, ruiva, sempre vestida com roupas estranhas e "grande" (ela pensa em si própria como gorda), é a filha mais velha de uma problemática família.
Os dois se encontram no ônibus escolar todos os dias. Apesar de uma certa relutância no início, começam a conversar, enquanto dividem quadrinhos de X-Men e Watchmen. E nem a tiração de sarro dos amigos e a desaprovação da família impede que Eleanor e Park se apaixonem, ao som de The Cure e Smiths.
Esta é uma história sobre o primeiro amor, sobre como ele é invariavelmente intenso e quase sempre fadado a quebrar corações. Um amor que faz você se sentir desesperado e esperançoso ao mesmo tempo.
Este livro irá levá-lo de volta aos dias de frio na barriga, quando achava que todo o peso do amor e da paixão que sentia iria sufocar você, e quando apenas um segurar de mãos já era suficiente para fazê-lo andar nas nuvens.
Primeiramente quero parabenizar a Novo Século pela belíssima edição, desde a capa até as letras que são lindas. Quero parabenizar a autora por ter feito uma história tão intrigante e que superou as minhas expectativas. Realmente me deixou com frio na barriga, o fato de eu ter dado 4 estrelas para o livro foi simplesmente por eu ter me irritado em alguns momentos na história, por exemplo, a Eleanor tinha uma baixa autoestima muito grande que fazia com que ela não acreditasse nos sentimentos de Park e o destratava. Fazia pouco caso do relacionamento dos dois. Ou quando o Park teve vergonha de dizer que gostava de Eleanor, mas por outro lado, Park foi o único capaz de passar por cima de tudo para ficar com sua amada.

Outra coisa que m irritou muito foi quando eles estavam em um clima quente e quando estava quase rolando... ele parava, como forma de proteger ela, porém ela queria muito que acontecesse. Isso me irritou um pouco.

Mas a história é um caso de amor puro e verdadeiro, um relacionamento que parecia improvável e superou todas as dificuldades. Eleanor é de uma família complicada, tem um padrasto doente, quase um psicopata que vive perseguindo a moça, a mãe não faz nada e Eleanor se encontra sozinha para enfrentar os seus problemas. Mas agora ela tem Park, mas não inteiramente, ela não conta os seus problemas para ele. A família de Park passa a tratar melhor a menina depois de saber de onde ela é, quem é a sua família. Todos sabem como o padrasto dela é problemático e que a família tem dificuldades. O pai de Eleanor não procura por ela e nem pelos irmãos e quando ela mais precisa de alguém que a socorra ela vai procurar o tio que demora em acreditar nela.

Park me encantou por ser um garoto disposto a fazer de tudo pela felicidade de Eleanor, que não abandona nos momentos mais difíceis e superou seu maior desafio por causa dela.
Tenho certeza que você vai gostar dessa história, me encantou de uma forma maior do que eu esperava. Tem gente que gosta e tem gente que não gosta, eu particularmente recomendo Eleanor e Park.

Espero que tenham gostado. Beijos da Isabel!

Nenhum comentário:

Postar um comentário