19/05/2016

[Resenha] Butterfly

| |

Título: Butterfly
Autora: Kathryn Harvey
Páginas: 518
Editora: Universo dos Livros
Nota: 5/5
Sinopse:No andar de cima de uma loja exclusivamente masculina na Rodeo Drive, existe um clube particular chamado Butterfly, um espaço em que as mulheres são livres para expressar suas fantasias eróticas mais secretas.
Somente as mulheres mais belas e mais poderosas de Beverly Hills são convidadas a entrar: Jessica, uma advogada que suspira pela época em que os homens em machos e as mulheres satisfaziam seus prazeres; Trudie, uma construtora que quer alguém que a desafie, em todos os sentidos e sem tabus; e Linda, uma cirurgiã que usa máscaras para desmascarar os desejos que esconde até de si mesma.
Contudo, a mais misteriosa de todas as mulheres é a que criou o Butterfly. Ela mudou o nome, o sotaque e até mesmo o rosto para esconder sua verdadeira identidade. E agora está prestes a revelar seu passado para concretizar a obsessão secreta que a levará alem do êxtase.

Nós vamos conhecer a estória de quatro mulheres poderosas e cheias de fantasias, o Butterfly foi além do que o projeto inicial proporcionava, o clube se tornou um lugar onde as mulheres iam em busca de soluções para os seus problemas.

Trudie tinha dificuldade em encontrar um homem para a vida toda, eram apenas encontros nos sábados e nada  mais, ela não sentia a mesma magia que sentia quando estava com seu amante Thomas, no Butterfly, a busca dela era por alguém com quem compartilhar sua vida. Ela era uma construtora renomada no seu meio e tinha grandes problemas com um dos seus funcionários, Bill, a quem promete um arrebatador desejo sexual.
Linda era uma médica cirurgiã que vivia para o trabalho para não sentir o vazio da solidão em sua casa, após dois casamentos fracassados por falta do sexo, ela ia ao Butterfly para tentar ultrapassar as barreiras do seu medo, ela tinha um problema que aconteceu na sua infância e isso a fazia afastar os homens quando eles tentavam satisfazê-la, ela era apaixonada pelo seu acompanhante, mas as regras do clube eram claras, ninguém poderia dizer as suas identidades. Havia um homem, um colega de trabalho, ela sentia desejo por ele, mas não se sentia preparada para avançar com  um homem na sua vida real, nem o Butterfly conseguia resolver os seus problemas.

Jessica era uma advogada que estava tendo muita fama televisiva, pois representava casos de atores famosos, cujos seu marido repudiava, ele a humilhava publicamente, a tratava como criança e Jessica não tinha a direção da sua própria vida. Ela foi ao Butterfly apenas duas vezes, pois era muito católica e se sentia culpada por estar com outro homem senão seu marido. Mas o sexo na vida dos dois era apenas um momento pós-briga, onde o marido mostrava que era ele quem conduzia tudo.


Finalmente nós conhecemos a Rachel, uma menina de 14 anos que vivia com os pais, era humilhada pelo pai bêbado por sua aparência e vivia com os maus tratos que a mãe recebia. Ela descobriu que tinha uma irmã gêmea e que ela foi vendida para um casal muito rico em Hollywood, a quem ela jurou que iria encontrar. Quando um dia ela estava em casa sozinha com o seu pai caindo de bêbado, ele a violentou sexualmente e ela sabia que não ia poder mais viver ali, a mãe orientou que ela fosse embora de casa. A menina foi embora disposta a achar a irmã e depois procurar por sua mãe e viver em uma família feliz. Mas Rachel pegou o ônibus errado e sem mais nada para se manter ela estava no meio do Texas, lugar que ela nem conhecia, com fome e com frio. Conheceu um garoto em um bar, o nome dele era Danny Mackay, ele jurou cuidar dela e foram juntos para um destino que Rachel não sabia que iria acabar com sua vida.

Aos 14 anos, Rachel estava apaixonada por Danny, ele prometia casar com ela assim que tivessem dinheiro para se sustentar e quando a situação apertou, Danny levou Rachel para a casa de uma mulher chamada Hazel, essa casa era um prostíbulo. Rachel teria que dormir com outros homens em troca de dinheiro e dá-lo para Danny que prometia um dia tirá-la de lá. Ela fez amigas na casa de Hazel e era muito querida lá dentro.

Mas Danny estragou a vida de Rachel, deixando-a sozinha e desamparada, ele queria poder, muito poder e Rachel prometeu que também teria poder, muito mais do que ele, ela prometeu se vingar. Rachel se mudou para Hollywood e procurou por emprego, seus novos patrões eram muito gratos a ela, passara anos trabalhando sem férias e ganhando pouco. Rachel mudou sua aparência e viveu pela sua vingança, fez novos amigos e reencontrou uma antiga amiga. Agora ela era Beverly Highland, e sua vida mudou completamente depois que ela herdou tudo dos patrões. Beverly se tornou uma mulher poderosa e Danny também conseguiu o poder que ele queria, era um reverendo rico e famoso, tinha o respeito de todos e estava sendo candidato à Presidente da República dos Estados Unidos, ele era o preferido em todas as pesquisas. 

Estava chegando a hora do reinado de Danny Mackay cair, Beverly já tinha planejado tudo e finalmente teria sua vingança. O Butterfly fechou as portas e finalmente as mulheres frequentadoras conseguiu perceber o que realmente queriam da sua vida. A cartada final seria dada em breve.

Esse livro me surpreendeu muito, o mistério por volta de tudo, não falei muitos detalhes porque o legal é você ir descobrindo tudo junto com o andar da estória, mas te garanto que você vai se envolver com os personagens e vai querer que chegue logo ao final.

É um livro com temas fortes e que te deixam com os mesmos sentimentos dos personagens, raiva, ódio, desejo de vingança, insegurança, medo e paixão.

Na verdade, esse livro faz parte de uma trilogia, esse é o primeiro. Quem não quiser ler os outros não tem problema, pois as estórias são diferentes, acredito que com alguma ligação, mas o Butterfly se comporta muito bem como um livro único. Eu quero a trilogia toda porque me apaixonei pela estória e a sinopse dos outros me instigou a querê-los.
Eu recomendo muito esse livro, mas cuidado com faixa etária, em? 

É isso, gente, eu não podia deixar esse livro passar em branco sem uma resenha para vocês. Espero que tenham gostado e que leiam Butterfly.

Beijos da Isabel!


2 comentários:

  1. Vou colocar esse livro na minha lista. Amei a capa e com essa resenha me interessei mais ainda.
    Beijos!

    ResponderExcluir