08/07/2016

[Resenha] Lucy detesta cor-de-rosa

| |


Título: Lucy detesta cor-de-rosa
Autora: Nancy Rue
Editora: Mundo Cristão
Páginas: 302
Nota: 3/5

Sinopse:
Toda menina gosta de cor-de-rosa. Blusa rosa, batom rosa, esmalte rosa, bolsa rosa. Mas Lucy não. Ela não é uma garota comum, que gosta do que todo mundo gosta e faz o que todo mundo faz. O mundo dela não é cor-de-rosa.
Crescer sem a mãe e com a responsabilidade de cuidar da casa e do pai é muito difícil para uma menina, mas Lucy tira isso de letra e passa por cima de qualquer problema, pois sabe que pode contar com a ajuda de Deus pra tudo. E ela ainda tem tempo pra andar de bicicleta, sair com os amigos e se divertir!
Lucy é diferente, sua vida é diferente, mas ela é uma garota como você, que também tem sonhos, medos, conflitos e segredos.
Lucy é uma menina de 13 anos que mora e cuida do pai que é cego e leva uma vida muito diferente das outras garotas. Seu melhor amigo é o TJ, com quem ela vai de bicicleta até a escola e ama jogar futebol. Lucy odeia tia Karen porque ela quer leva-la para morar com ela para aprender a ter bons modos, o que ela acha que seria, como usar roupas mais femininas, acontece que Lucy detesta essas coisas e faz de tudo para não morar com a tia.

O pai de Lucy contrata uma babá e na hora a menina detesta Inéz, sua babá que tem uma uma neta patricinha e metida chamada Mora. A vida de Lucy é uma realidade muito diferente da de Mora, longe de toda aquela tecnologia de celular e TV à cabo, a vida de Lucy era simples.

Chega um professor novo na escola de Lucy e ela e seus amigos não gostam do jeito dele, principalmente TJ que anda sempre fechado. O professor Auggy é um cara que sabe conquistar seus alunos, não demora muito para todos se acostumarem com ele, mas Lucy e seus amigos não gostam quando são obrigados a jogar futebol com o menino que eles odeiam, o Gabe e suas duas inseparáveis amigas, Dusty e Verónica. Lucy acredita que elas a odeiam.

Temos também a minha personagem favorita, a Jany, uma menina de 8 anos muito fofa e irmã do TJ. Ela é uma menina encantadora, mas é tão mimada que nem parece ter 8 anos, mas será que ela é tão fofa assim? Ela foi quem me tirou uns bons risos nesse livro.

Lucy não entende o que a vida de Jesus tem a ver com a dela e papi se chateia, Lucy começa a estudar sobre o livro de Rute junto com Mora e Inéz, a garota ama fazer listas no caderno de sua mãe e  é com ele que ela começa a se comunicar com Deus e a entender as coisas que acontecem na sua vida.

Eles tem um jogo de futebol muito importante onde promete provar muitas coisas para todo mundo, principalmente para tia Karen, durante o tempo de treinamento Lucy passa a gostar de coisas que ela nunca imaginou gostar, será que é errado ela começar a gostar um pouquinho das coisas que as outras meninas gostam? 


Vamos começar pela minha nota, esse livro estava há muito tempo na minha prateleira esperando que eu tomasse coragem para concluir a leitura, finalmente eu terminei, eu não detestei como achei que iria acontecer, eu dei uma chance e no final não foi tão ruim assim, mas ele foi um livro que me passou poucas emoções, afinal ele é um livro para criança, mas o que mais me incomodou foi a quantidade de histórias que só envolviam futebol, eles não faziam nada além de jogar futebol, acho que a autora deveria ter explorado mais o lado espiritual de Lucy, onde ela vai sendo conquistada aos poucos, foram poucas páginas envolvendo o assunto e muita página envolvendo futebol.

Ela poderia passar mais tempo fazendo coisas diferentes com seus amigos, afinal não é só porque ela não gosta de rosa e nem de falar de meninos que ela não pode ter amigas para se divertir como acaba acontecendo mais pro final do livro.

Eu consegui aprender com a menina Lucy que não é errado às vezes mudar de ideia, não é sempre uma questão de princípios, é o que te faz bem. Não há nada de errado em dar o braço a torcer às vezes. Apenas se permita conhecer coisas novas, mas nunca faça alguma coisa porque todos dizem que é para você fazer, não goste de rosa porque você é menina, goste de azul porque você é livre.

Gostaram da resenha? Me contem aqui nos cometários.

Beijos da Isabel!

22 comentários:

  1. Um livro infantil ou infanto-juvenil as vezes ocorre isso, já percebi em alguns que eu li. Estou com um livro para resenhar e espero que tenha um algo a mais, pleo que eu li o seu ponto de vista está correto, poderia ter explorado mais. Sua resenha está muito boa, crítica e agradável de se ler. bjs
    www.pilateandosonhos.com

    ResponderExcluir
  2. A história parece bem fofa mas infantil. Passa uma mensagem legal o que é impoRtante. Sobre ser livre pra gostar do que quiser, tu tem toda razão. Parece qUe a autora tornou tabu uma menina não ser feminina. Não tem Nada de errado ela não ser feminina como não tem nada de errado em ser.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, ela não precisava praticar apenas futebol para enfatizar que ela não gosta de rosa, sabe?

      Excluir
  3. Nunca li esse livro, mas vou ver se procuro na livraria e compro para ver se gosto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é bem gostosinho, se eu tiver uma filha vou ler para ela.

      Excluir
  4. É um livro que pela sua resenha, trás uma mensagem legal, embora seja infantil... Mas quando um livro fala muito de um assunto, acaba se tornando massante mesmo... Ótima resenha!
    Bjuus

    ResponderExcluir
  5. Sabe, meu blog de chama "Cor de rosa" mas nem eu sei bem ao certo se hoje em dia ele me descreve, sabe? Não é mais minha cor favorita e eu também não vivo em um mundo cor de rosa. Fiquei curiosa pra ler esse livro <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já eu nunca gostei de rosa, mas agora estou gostando um pouco, não tem nada de errado a gente mudar de opinião.

      Excluir
  6. Nunca li nem conhecia o livro, mas também nãoe despertou interesse. Livros com temáticas assim são tão padronizados que me incomoda. De qualquer forma, gostei da resenha. Foi super sincera ❤

    ResponderExcluir
  7. Não conhecia esse livro, não sei se eu leria esse livro mas gostei da sua resenha!

    Beijos

    Blog: Senhorita Marmelada
    Instagram: @caroldelacroix

    ResponderExcluir
  8. Gostei muito da sua resenha! Entendi que, mesmo sendo um livro infantil, dá pra captar alguns ensinamentos dele. Na verdade, a gente sempre consegue pegar alguma mensagem dos livros, né? <3
    Inclusive, concordo demais com as lições que você tirou dele. Principalmente sobre não agir de tal modo só porque os outros querem que você haja. Isso é bem importante.

    Bjs :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, sempre conseguimos aprender alguma coisa com os livros.

      Excluir
  9. Ótima resenha <3 Me encontrei com essa menina pois desde muito criança eu não gostava de rosa, tinha mais amigos meninos e não me encaixava com as outras menininhas. Eu gosto mesmo são de livros de terror ou suspensa, sobrenatural etc.

    Sucesso, beijos! Com carinho, Menina Borboleta.

    http://meniborboleta.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também era um pouquinho diferente das outras meninas kkk
      Beijos!

      Excluir
  10. Bacana sua resenha. Não conhecia esse livro e nem ouvi falar.
    www.paularopkevigano.blogspto.com

    ResponderExcluir
  11. Nunca tinha ouvido falar desse livro, mas achei bem legal a história, porém não sei se gostaria de ler-lo. Ah, sua resenha ficou muito boa, parabéns!
    Beijão

    ResponderExcluir