01/10/2016

Não é frescura

| |

Maravilhosa e perfeitamente bem!

Assim que eu gostaria de me sentir, mas quando me olho no espelho simplesmente sinto uma vontade de nascer de novo, em outra forma, uma forma mais bonita, acredite, já fui pior, mas a vida resolveu melhorar as coisas um pouco pra mim. Sabe, até tem dias que eu acordo e me sinto linda. Ah, seria perfeito se todos os dias fossem assim. 

Fato é, quando eu penso nisso eu penso nos motivos que me fazem viver, que ridículo! A vida por acaso é só para pessoas bonitas? A vida é para todos que se acham bonitos, para todos se acharem bonitos. Infelizmente é mais fácil falar do que agir, "você tem que aceitar o seu corpo", "você tem que se achar linda", não ligue para o que pensam de você". Tá, mas sabia que isso não é fácil? Sabe o que dói muito no coração de uma pessoa? Palavras, palavras que foram ditas e desfeitas, palavras que foram como uma faca no seu peito, até mesmo palavras bonitas que você não consegue acreditar.

NÃO É FRESCURA!

Nós precisamos sempre ouvir que somos bonitas, mas não pensem que não percebemos quando dizem isso apenas para agradar, isso não ajuda, o que ajuda é você dizer sem que a pessoa espere, dizer em um momento espontâneo, dizer de coração. A gente sabe, a gente sempre sabe. Não é que a gente seja vidente ou que a gente leia mentes, apenas sentimos o coração das pessoas, talvez por sermos mais sensíveis.

E a coragem para desabafar? Não tem, na maioria das vezes não tem, exatamente porque você sabe que vai ouvir as mesmas coisas de sempre: isso é frescura; você quer se fazer de vítima; só fala isso para ser elogiada; deixa de besteira; você é linda sim (quando não dizem de coração). Você pode até encontrar alguém que vai te ouvir, mas nem sempre ela vai saber as palavras certas para dizer, podem ficar caladas ou dizerem de outra forma, uma forma que pra você não é convincente, mas para a pessoa foi a coisa mais sensata para te dizer naquele momento, e sabe o que vai acontecer? Você vai chorar, chorar pela ausência do "você é linda" que a pessoa não disse.


Somos complicadas? Somos sim, mas a gente sabe que não somos tão difíceis de entender, não é necessário ler mentes é necessário saber ler o corpo, vocês sabem que o corpo fala! Leiam, apenas leiam, vocês sabem o que devem fazer. Não tem nada pra falar? Ok, não diga nada para não falar besteira, mas não deixe de abraçar, não deixe de segurar na mão, não deixe de demonstrar carinho perto das outras pessoas  e longe também  (essa vai para os namorados/as), apenas não fiquem parados.

Aprendam de uma vez que PALAVRAS FEREM, eu passei a minha infância e um pouco da minha adolescência ouvindo horrores ao meu respeito, de mãe, pai, amigos, estranhos, conhecidos... eu ainda não saí da fase de superar, de esquecer o que falaram, antes eu não ligava, mas chegou a um ponto que simplesmente me dilacerou, é uma dor imensa, não é bobagem.

Hoje eu tenho um namorado que me diz sempre que sou linda — não são todas as vezes que acredito nisso  mas são todas as vezes que eu sei que ele está falando a verdade e isso é importante, saber que realmente, verdadeiramente, as pessoas que te importam enxergam o melhor que há em você.

Por fim, eu, você, eles. Nós. Somos lindos, somos lindos porque sabemos sorrir, somos lindos porque sabemos ignorar, somos lindos porque vivemos como queremos, você precisa aceitar quem você é, se você se olha no espelho e sente vontade de alisar o cabelo, alisa, se você quer ser a dona cachos, seja, apenas seja. Você.

4 comentários:

  1. Não tem coisa melhor que ser elogiada mesmo, às vezes bate as inseguranças mesmo é normal, mas basta se olhar no espelho e saber que você é maravilhosa independente do que acham, com elogios ou sem, a gente se basta!

    Blog Entre Ver e Viver

    ResponderExcluir
  2. Com certeza, não há nada melhor do que se sentir linda sem ligar para o que os outros falam.

    ResponderExcluir
  3. Palavras machucam e muito! Por muitas vezes eu me senti a menina mais feia do mundo porque me fizeram me sentir assim. Já chorei várias vezes me olhando no espelho, achava que meu rosto não era nada feminino, e uma série de coisas... Realmente me achava horrível e sofria por isso. Nunca entendi o porquê de as pessoas facilmente falarem de mim ou tentarem me fazer mal, eu sempre me perguntava: "O que foi que eu fiz?". Era triste demais!

    Hoje eu posso dizer que não tenho o menor complexo quanto a aparência! No início comecei a me cuidar mais, melhorar minha auto-estima, só que eu ainda me sentia muito insegura e infeliz por dentro. Depois cheguei numa fase de equilíbrio onde eu me sinto bem, eu me amo, me sinto uma pessoa normal, estou sem neuras... E simplesmente me aceito e estou de bem comigo! Já sofri e tenho sofrido injúrias de pessoas que não me querem bem, e falam do fato de eu ser magra para tentar me menosprezar, só que todos os dias me alimento, não sofro de nenhum distúrbio alimentar (Graças a Deus!) e sei que minha aparência não é negativa como elas querem que eu me veja! Então eu simplesmente ignoro e sei que não sou o que as pessoas dizem!

    Eu nunca vou entender como essas pessoas acham que tem o direito de fazer mal para os outros. Por que tentar destruir a vida de alguém? Por que serem maldosas? Por que não reconhecer o belo que há no outro e em si mesmo? Certamente as pessoas que falaram da nossa aparência possuem seus defeito, e nem por isso estamos pagando mal com mal.

    Nunca vai ser frescura e eu fico muito triste de me deparar com pessoas odiando a si mesmas e achando que devem mudar, desejando ter outra vida... Isso é muito sério! Demais mesmo!

    Juhlihipy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sempre sofri por ser magra e baixa, mas sempre comi muito, minha mãe me levava no médico direto dizendo que eu era doente e tal, mas nos exames sempre davam que eu era saudável, eu não tinha problema nenhum. Passei a minha vida inteira ouvindo minha mãe dizer que era pra eu ser como a minha amiga que não era magra, mas que culpa eu tinha? Simplesmente não engordava. Já ouvi minha dizer que tinha vergonha de sair comigo, isso doeu muito. Mas sempre falava que eu não ia mudar porque alguém queria, eu gostava de mim, as pessoas teriam que me aceitar.

      Depois que terminei o meu primeiro namoro, há uns três anos, eu resolvi entrar na academia, não pelo outros, mas por mim, fiquei sete meses e saí por um problema que tive lá, acabei com minha coluna. Bom, ganhei um corpo e me ajudou a engordar, perdi um pouco de perna, mas me ajudou muito, pois não perdi peso.

      Enfim, eu tenho dificuldade de esquecer as palavras que me dizem e sempre que eu lembro de tudo o que eu já ouvi e passei acabam me machucando tanto e me fazem acreditar que elas são verdade.

      Excluir